• Alameda Terracota, 215 - Sala 1303
    Union Park Espaço Cerâmica - São Caetano do Sul, SP
  • +55 (11) 4223-9400
    +55 (11) 9 7061-6685
  • ÁREA DO CLIENTE
Indicadores financeiros: Quais são os mais importantes?

Toda empresa possui uma rotina financeira, seja ela mapeada ou não para o tipo de negócio, todas fazem um controle de contas a receber, a pagar, estoque etc. E é nesse momento que entram os indicadores financeiros.

 A gestão financeira de seu negócio é importante para ter um controle maior sobre a saúde da empresa, ver a viabilidade de um serviço ou produto oferecido.

 Exemplo: Se você presta um serviço, mas não avalia os custos que teve com funcionário, locomoção e alimentação para precificá-lo, poderá ter prejuízos, pois o produto ou serviço precisa pagar seus custos e acrescentar uma margem de lucro que somada dê para pagar eventuais imprevistos e destinar aos sócios.

Já ouviu falar em indicadores financeiros?

 

Indicadores financeiros são dados que juntos constituem uma informação para o gestor analisar e tomar uma decisão de forma mais precisa. Os indicadores financeiros são medições que identificam o desempenho da empresa. Com eles é possível obter resultados mais positivos, auxiliando a conquistar resultados elevados de forma lucrativa e enxergando oportunidades de redução de custos.

Para realizar uma medição por indicadores é necessário que a empresa esteja com seu financeiro em dia, realize conciliações bancárias, os lançamentos no sistema de gestão estejam corretos. Também é preciso separar custos da pessoa física e da pessoa jurídica e realizar o controle do fluxo de caixa. A análise será feita com base em sua DRE (Demonstrativo de Resultado do Exercício) e Balanço Patrimonial dependendo do tipo de informação que deseja ter.

Medir os índices de sua empresa com os indicadores financeiros é essencial para identificar onde é possível obter melhorias, onde deve investir, qual produto/serviço retirar do catálogo ou reformular a precificação.

Leia também: ATENÇÃO: Como está a saúde financeira da sua empresa? 

Evolução no empreendedorismo

 

Hoje no mercado existem alguns softwares que oferecem relatórios, gráficos e indicadores completos, de fácil interpretação e que demonstram ao empreendedor os pontos fortes e fracos do negócio pela visão financeira.

Há também robôs que calculam seus dados tão rápido que não sobra tempo nem para tomar um café. A automatização de processos facilita a rotina, oferece dados mais precisos, tomada de decisão com mais velocidade, além de mais clareza na identificação de riscos e oportunidades.

Exemplos de indicadores financeiros

 

Existem vários modelos de indicadores financeiros. O empreendedor deve escolher aquele que melhor se encaixa no negócio. O de lucratividade, por exemplo relaciona a DRE à receita líquida e o de rentabilidade identifica o lucro de acordo com as receitas de vendas.

Há também aqueles mais estruturais, como o de estrutura de capital que analisa todas as dívidas da organização avaliando se será possível, com a receita, quitar os valores em aberto. Incluindo seus juros e multas, se for o caso. Esse é utilizado quando a empresa encontra-se em um momento mais delicado e deve desacelerar algumas ações.

Outro indicador muito importante é o de atividade. Esse avalia quanto tempo levará para a organização começar a pagar suas despesas com suas receitas sem se preocupar, quando o negócio finalmente estará deslanchando e conseguirá se manter de pé no mercado sozinho.

A evolução tecnológica traz ao empreendedor e aos seus colaboradores mais tranquilidade em sua rotina diária, pois diminui a margem de erros, que impactam diretamente no resultado da empresa. Um erro pequeno muitas vezes gera um custo altíssimo para a organização. 

Juliana Pinheiro é graduada em Administração de empresas pela FAPEN e integra a equipe do BPO Financeiro aqui da R.Monteiro.

           

Contabilidade completa, regularizada e de confiança