• Alameda Terracota, 215 - Sala 1303
    Union Park Espaço Cerâmica - São Caetano do Sul, SP
  • +55 (11) 4223-9400
    +55 (11) 9 7061-6685
  • ÁREA DO CLIENTE
Entenda o que é Balanço Patrimonial

O balanço patrimonial é muito importante para a análise do desenvolvimento de um negócio. Por meio das informações contidas nele, podemos atrair investidores e/ou sócios que estejam interessados em aplicar dinheiro em empresas que apresentarem os melhores resultados.

No ramo da contabilidade, é de responsabilidade do contador, registrar tudo aquilo que entra e sai de dentro das organizações, como por exemplo, máquinas, equipamentos, utensílios, mercadorias, instalações, contas bancárias, enfim, todos os bens da empresa, além de dívidas.

Para que isso aconteça, cada item passa a ter um determinado código que será utilizado nos devidos relatórios contábeis, como o balanço patrimonial.

Conheça as classes de um balanço patrimonial

Esse registro contábil é dividido em três classes: a classe dos ativos, dos passivos e do patrimônio líquido. Na classe dos ativos, estão presentes todos os bens que a empresa possui, como as máquinas que ela compra para produzir suas mercadorias.

Já nos passivos, estão todas as dívidas que a empresa possui com terceiros, como o pagamento que ela deverá efetuar à empresa da qual comprou a máquina.

Por último, o patrimônio líquido é o resultado da diferença entre os ativos e os passivos, ou seja, tudo o que resta na organização caso ela venda todos os seus bens e pague todas as suas dívidas. O que sobra, poderá ser distribuído para os proprietários e acionistas da organização.

Leia também: Espera aí, o que é fluxo de caixa?

Ativos circulantes x ativos não circulantes

No balanço patrimonial, existe dois tipos de ativos, o ativo circulante que, basicamente, diz respeito a todos os bens que trarão resultados para organização a curto prazo e os ativos não circulantes, ou seja, todos os bens que trarão resultado para a organização a longo prazo.

A exemplo disso, temos como ativo circulante, a conta bancária da empresa, aplicações financeiras que possam ser resgatadas a qualquer hora, estoques, entre outros bens. No ativo não circulante, temos: veículos, máquinas, aluguéis, imóveis, etc. Isso também serve para os passivos, sendo eles, os passivos circulantes e os não circulantes.

Temos, com exemplo de passivos circulantes, contas que são pagas dentro de um ano, como o pagamento de fornecedores, matéria-prima, fornecedores, etc. No passivo circulante, temos contas que serão pagas após um ano, como: pagamento de debêntures, pagamento de empréstimos, provisão de contingência trabalhista, etc.

Balanço patrimonial: Resultados quantitativos e qualitativos

As análises do balanço patrimonial trazem resultados quantitativos e qualitativos sobre a organização. É por meio dele que estará representada a saúde financeira da organização a ponto de definir as rédeas que a empresa deve tomar para contornar uma situação, se necessário, ou se deve prosseguir com um projeto.

Caso uma empresa apresente uma quantidade de ativo maior que a de passivo, ela será vista com bons olhos, pois mostra que a organização está em dia com suas dívidas. Caso a empresa possua uma quantidade de ativo igual a de passivo, já não será vista com bons olhos, pois supõe-se que a ela está a um passo de se desequilibrar financeiramente.

Agora, caso seja apresentado um passivo maior do que o ativo, logo demonstrará uma pendência muito grande com suas obrigações e, consequentemente, não será atrativa aos investidores.

Contabilidade completa, regularizada e de confiança