• Alameda Terracota, 215 - Sala 1303
    Union Park Espaço Cerâmica - São Caetano do Sul, SP
  • +55 (11) 4223-9400
    +55 (11) 9 7061-6685
  • ÁREA DO CLIENTE
DRE, DFC, BP, DMPL: O que essas siglas significam?

Quem nunca se deparou com uma sigla como essas do título do nosso artigo de hoje ao receber os relatórios da contabilidade? DRE, DFC, BP, DMPL podem parecer estranhas em um primeiro momento, mas depois desse texto você se sentirá como um expert em contabilidade.

Cada sigla representa um relatório contábil que demonstra uma análise diferente que irão auxiliar você na tomada de decisões. Para facilitar iremos detalhar um pouco sobre eles de forma descomplicada.

Você sabe o que é e qual a finalidade de uma DRE?

O DRE é provavelmente a sigla mais comum e trata-se da demonstração do resultado do exercício, como o nome já diz irá demonstrar o resultado da empresa durante o exercício.

De forma prática nele consta todas as receitas, custos e despesas, que juntos formam o lucro ou prejuízo da empresa. Sua estrutura é Receita (+), Custos (-), despesas (-) = saldo positivo (lucro), saldo (negativo).

Por meio do DRE é possível avaliar possíveis perdas da produção, caso o custo esteja elevado ou até mesmo uma revisão do preço de venda para aumentar a lucratividade da empresa.

Fluxo de caixa (DFC)

O DFC é a demonstração do fluxo de caixa, que é responsável em demonstrar a movimentação de “dinheiro” as entradas e saídas que envolvem de fato valores da empresa e o resultado desse fluxo.

O DFC serve para evidenciar quais os períodos de oscilação de caixa, podendo assim, gerenciar as movimentações financeiras para que a empresa possa cumprir com todas as obrigações evitando endividamentos no decorrer do ano. Conseguirá avaliar os períodos de “sobra” de caixa ou “escassez”.

Leia também: Como a R.Monteiro potencializa os negócios de seus clientes através do Uso da Tecnologia

Você sabe o que é um BP?

O BP balanço patrimonial, traz o retrato no final de cada exercício do ativo, passivo e patrimônio líquido. No ativo iremos encontrar os bens e direitos (caixa, conta corrente, cliente, estoque, imobilizado), no passivo obrigações (salários, impostos, empréstimos) e no patrimônio líquido, o capital social e reservas de lucros. Esse relatório é solicitado costumeiramente para análise de créditos e similares.

DMPL: uma forma de ter controle sobre as movimentações financeiras

DMPL (demonstrações das mutações do patrimônio líquido), são as movimentações que ocorrem no patrimônio líquido, são classificados como acréscimos (+) ou reduções (-). Podemos citar como exemplos de acréscimos: lucro do período, aumento de capital e reavaliação de ativos.

Já no caso das reduções: prejuízo, redução do capital e distribuição de lucro. Com base nesse relatório é possível analisar possíveis investimentos ou ir em busca de capital de giro para melhorar ou ampliar a estrutura do negócio.

A contabilidade e seus relatórios

A contabilidade possui inúmeros relatórios de apoio e análise financeira representados por meio de siglas como essas, mas quando explicados se tornam claros e aliados do empreendedor.

O mercado financeiro está cada dia mais concorrido e dessa forma é preciso entender mais do seu negócio e acompanhar de perto a “saúde” da sua empresa. Nós da R.Monteiro ajudamos pessoas a empreenderem com responsabilidade de uma forma descomplicada.

Contabilidade completa, regularizada e de confiança